Site Overlay

Tragédia abreviou carreira de narrador que barrou Galvão na Globo

Antes de Galvão Bueno (foto abaixo) se tornar o titular absoluto do microfone esportivo da Globo, a emissora acabou apostando suas fichas em narrador que já era ídolo no rádio.

Galvão Bueno

Quem é mais velho certamente sabe de quem estamos falando. Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha: Osmar Santos, um dos maiores narradores esportivos brasileiros comemorou 73 anos no último dia 28 de julho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nascido em Osvaldo Cruz, no interior de São Paulo, em 28 de julho de 1949, Osmar Aparecido Santos trabalhou em diversas rádios, como Jovem Pan, Record e Globo, se tornando um ícone da narração esportiva a partir da década de 1970.

Leia mais

Osmar Santos

Fazendo muito sucesso na Rádio Globo e sendo um dos importantes nomes da campanha das Diretas Já, era inevitável que ele fosse para a televisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Contratado pela Rede Globo, acabou se tornando o narrador titular da emissora após a saída de Luciano do Valle e antes do domínio de Galvão Bueno, comandando as transmissões da Olimpíada de 1984, nos Estados Unidos, e da Copa de 1986, no México.

Diretas Já

Além disso, foi transformado em apresentador de auditório, comandando, entre março e dezembro de 1984, o game show Guerra dos Sexos, exibido nas tardes de domingo, baseado no êxito da novela homônima do ano anterior.

Após deixar a Globo, ainda passou por Manchete e Band, mas sua grande paixão sempre foi o rádio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acidente grave

Osmar Santos

Meses depois de narrar a conquista do tetracampeonato do Brasil na Copa de 1994, nos Estados Unidos, Osmar teve sua carreira precocemente abreviada por conta de um acidente automobilístico que quase lhe tirou a vida.

Às 21h10 do dia 22 de dezembro de 1994, no quilômetro 194 da rodovia BR-153, a Transbrasiliana, sob forte chuva, o narrador viajava de Marília para Lins. Seu Mercedes-Benz se chocou contra um caminhão boiadeiro.

De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo, o motorista do veículo fugiu após o acidente e estaria embriagado, segundo a polícia.

“À polícia, afirmou que estava fazendo manobras na pista, num local de pouca visibilidade, quando houve o acidente. Não disse porque fugiu sem prestar socorro a Santos”, informou a reportagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sequelas

Osmar Santos

Osmar foi socorrido inicialmente na Santa Casa de Lins, onde foi constatado afundamento do lado esquerdo do crânio e risco de sequelas na fala. Seu estado era grave e ele foi transferido de avião para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgia.

O narrador teve uma boa recuperação de várias funções, mas acabou tendo justamente sua fala comprometida, sendo capaz de pronunciar cerca de 100 palavras. Dessa forma, não conseguiu mais trabalhar com o que amava.

Contratado da Rádio Globo até hoje, passou a se dedicar à pintura, frequentando o ateliê de Rubens Matuck e participando de diversas exposições. Também recebeu inúmeras homenagens, como o Troféu Osmar Santos, concedido anualmente à equipe que vence o primeiro turno do Campeonato Brasileiro, e dando seu nome ao centro de imprensa do Allianz Parque, estádio do Palmeiras.